Vender uma empresa faturando não é uma decisão natural para alguns empreendedores. Afinal, você sonhou com esse negócio desde o princípio, planejou sua implementação do zero e dedicou tempo e energia para que tudo funcionasse perfeitamente. Então, por que abriria mão do seu empreendimento logo quando as coisas vão bem?

E se eu lhe disser que esse é, justamente, o momento ideal para vender a sua empresa? Pode parecer estranho, mas investir em uma estratégia de saída é, muitas vezes, a maneira mais eficiente de elevar o valor de mercado do seu negócio.

Acima de tudo, a gente entende que uma empresa é o maior ativo existente na vida de qualquer empresário. Exatamente por isso, explicaremos neste artigo porque você deve preparar a sua empresa para a venda enquanto ela ainda rende lucros.

Você ainda não se convenceu? Continue a leitura e conheça os motivos para vender sua empresa na melhor fase, como fazer isso e quais procedimentos e profissionais serão necessários. Vamos lá?

Porque vender empresa faturando

Grandes nomes do valuation, como o Professor Aswath Damodaran, afirmam que as pessoas investem em um negócio baseadas em expectativas de um retorno a longo prazo. Além disso, elas observam fatores que vão além dos demonstrativos financeiros.

Ao vender a empresa faturando, você atrai melhores investidores e tem a chance de fazer isso de maneira estruturada, elevando ainda mais o valor de mercado do seu negócio.

Em contrapartida, se você decidir vender quando já estiver quebrando, sua empresa será liquidada. Ou seja, o ativo que você ergueu e construiu do zero vai valer muito menos; os investidores vão oferecer preços muito aquém do que ele valeria se estivesse faturando; e você ainda terá que fechar negócio porque está rodeado de dívidas.

5 Passos para vender sua empresa faturando

Então, quer saber como vender seu negócio na melhor fase? Siga conosco e confira o passo a passo!

1 – Contratar profissional especialista em valuation

Valuation é um processo de estimativa para analisar o valor de uma empresa, ponderando seu preço justo e seu potencial de retorno de investimento a longo prazo. O profissional especialista em valuation é qualificado para estimar o valor da sua empresa utilizando inúmeros métodos de análise como, por exemplo:

Por meio dessas avaliações, o especialista contribui para maximizar o potencial de mercado da empresa. Além disso, esse profissional pode ajudar a determinar qual o melhor momento para a venda.

2 – Organizar finanças e demonstrações contábeis

Se você quer vender sua empresa enquanto ela fatura, é essencial manter em dia toda a sua documentação contábil e gerencial. Afinal, seus potenciais investidores e compradores estarão atentos às informações e declarações fornecidas pelo negócio. Cada detalhe pode ser determinante na hora de fechar um contrato de compra e venda.

Para garantir que tudo corra bem, organize previamente as declarações fiscais de, pelo menos, os últimos três anos de atuação do seu negócio. Separe, também, os arquivos com:

  • DRE;
  • Balanço patrimonial;
  • Relatórios de faturamento atualizados;
  • Demonstrações de fluxo de caixa.

Apresente esses registros de forma clara e organizada. Isso fortalece aos potenciais compradores a boa-fé da sua empresa, valoriza suas chances de negociação e reduz as possibilidades de erro nas suas finanças.

3 – Avaliar o mercado – estamos no timing ideal para vender a empresa faturando?

Existem momentos em que a busca por um determinado ativo cresce e, de uma hora para a outra, as especulações de preços das empresas aumentam vertiginosamente. Quando isso acontece, ocorre a supervalorização do valor de mercado de um negócio.

Esse é um excelente momento para vender!

Por outro lado, o seu negócio pode até estar na melhor fase, mas se você vender empresa faturando em um período em que o mercado estiver pessimista, acredite: você vai perder dinheiro! Por isso, fique atento às oscilações econômicas e evite vender seu negócio em fases de baixa – e por um valor inferior ao que ele realmente vale.

4 – Anunciar a venda do negócio

Se você decidiu que vender a empresa faturando é a melhor decisão para o seu momento de vida, pode optar por alguns caminhos diferentes. Aqui, mais uma vez, a escolha vai depender dos riscos que você prefere correr. Confira os pontos positivos e negativos de cada tipo de transação, a seguir:

Vender com um corretor de empresas

  • Pontos positivos: um corretor de empresas imparcial pode encontrar bons compradores e intermediar a negociação de forma profissional
  • Pontos negativos: este tipo de profissional não é especialista em avaliação de empresas. Um corretor de empresas pode aumentar o valuation da empresa para aumentar seu próprio valor de comissão. Uma empresa à venda por um valor superfaturado, dificilmente atrai compradores.

Vender por conta própria

  • Pontos positivos: ao vender a empresa por conta própria, você economiza dinheiro em taxas de corretagem. Além disso, pode oferecer o negócio a potenciais compradores que façam parte do seu networking.
  • Pontos negativos: vender um negócio por conta própria exige que você divulgue informações sensíveis da sua empresa. Nem sempre, os potenciais compradores estarão dispostos a agir de boa-fé. Por isso, faça uma espécie de triagem para encontrar compradores pré-qualificados antes de entregar dados confidenciais.

Vender em plataformas especializadas

  • Pontos positivos: ao vender sua companhia em uma plataforma especializada, você conta com uma “camada extra” de segurança, já que existem empresas reconhecidas no mercado, como a Invoop e Quero um Negócio.
  • Pontos negativos: mesmo ao vender uma empresa por meio de plataformas, você vai precisar envolver outros profissionais como advogados, avaliadores e contadores.

5 – Finalizar trâmites burocráticos

Vender empresa faturando pode ser simples, mas tenha bastante atenção na hora de finalizar o negócio. Ao encontrar um comprador qualificado e aceitar a oferta, providencie todos os documentos legais necessários – tanto os da sua empresa, quanto os do comprador.

Entre os documentos em um contrato de compra e venda de empresas estão:

  • Contrato de compra e venda;
  • Listagens de ativos;
  • Acordos de não-competição;
  • Acordo de não-divulgação(NDA);
  • Diretrizes para uso do website e nome de domínio;
  • Nota de venda;
  • Acordo de segurança entre outros.

Agora que você já conhece as vantagens de vender uma empresa faturando, que tal saber o valor da sua empresa em números reais? Converse com um de nossos especialistas e faça uma avaliação!