Qualquer relacionamento interpessoal está sujeito a desentendimentos e problemas. Na vida das empresas, no caso o relacionamento entre os sócios em si, pode ser extremamente desgastante e gerar muita dor de cabeça. Mas também existem casos onde parcerias entre indivíduos são muito frutíferas e duradouras mas em determinado momento uma das partes pode decidir buscar novos ares.

Terminar uma sociedade empresarial às vezes pode ser um evento traumático. Sócios podem brigar e as consequências são inúmeras caso o processo não seja justo e transparente.

Mas também a saída de um sócio pode ser natural e positiva para todos os lados, dependendo de como tudo foi conduzido até o momento da decisão. Seja qual for o motivo, dissolver a sociedade empresarial requer alguns cuidados básicos.

Desenvolvemos esse artigo para que você tenha um melhor conhecimento sobre alguns passos necessários para deixar uma sociedade empresarial e principalmente saiba qual seria o valor justo pelas suas cotas sociais, através do processo de avaliação de empresas mais conhecido como business valuation.

Em primeiro lugar manifeste seu desejo de se retirar da sociedade

Partiremos do pressuposto que você já tem a certeza que deseja seguir novos rumos na sua vida e que não existe mais a opção de ficar na sociedade.

É muito importante que seus sócios saibam que você quer deixar o quadro social para que haja todo um planejamento. Nessa etapa é relevante decidir se a empresa continuará existindo após sua saída (e por consequencia a sociedade também).

Afirmamos isso pois o negócio terá um valor se continuar existindo e outro provavelmente muito menor caso os proprietários cheguem a conclusão que irão encerrar as atividades e fechar as portas.

Desfazer a sociedade não é necessariamente a mesma coisa que optar pela baixa da mesma

Optar por desfazer a sociedade não significa que a empresa deixará de existir.

Em boa parte dos casos, “desfazer a sociedade” nada mais é do que a saída de um sócio para a chegada (ou não) de outro. Em outras palavras significa que a sociedade não será exatamente igual como nos moldes anteriores.

Mas sim, existem casos onde todos integrantes do quadro social optam pela baixa empresarial e a empresa cessa suas operações.

O Futuro da Sociedade Empresarial

Após comunicar os sócios com antecedência expressando usa intenção em deixar o quadro de sócios uma decisão importante terá que ser tomada:

  • Se a empresa continuará existindo e ocorrerá a saída de um ou mais sócios, podendo outros sócios ingressar posteriormente na sociedade ou não;
  • Se a empresa irá encerrar as operações e ocorrera a baixa empresarial e dissolução social;

Situação 1: O Sócio se Retira da Sociedade

Neste cenário somente um dos sócios deixa o quadro social e a empresa continua operando normalmente.

Existe um prazo mínimo que o associado deve notificar os outros membros antes de efetivamente desligar-se da sociedade mas o foco deste artigo é dissertar sobre a avaliação das cotas neste tipo de situação.

O contrato social deverá ser alterado e o sócio que deixou a sociedade deve ser remunerado de maneira justa.

De acordo com nossa experiência, a origem de grande parte das brigas entre sócios é justamente neste momento, pois muitas vezes uma das partes acaba saindo prejudicada por não ter avaliado suas cotas através de uma metodologia correta e justa.

Muitos contratam seus contadores para que seja apurado o valor devido para o sócio egresso porém esse tipo de profissional na maioria das vezes não é capacitado para realizar o processo de avaliação de empresas de maneira correta. Vamos elaborar melhor essa afirmação na seção “Avaliando a Empresa”.

Para se avaliar uma empresa que continuará operando deve-se levar em consideração muitas variáveis que detalharemos posteriormente neste mesmo artigo.

Situação 2: Os sócios optam por Desfazer a Sociedade e dar Baixa na Empresa

Neste segundo cenário os sócios optam pela dissolução empresarial, o que consequentemente significa que o negócio (e a sociedade) deixará de existir.

Caso a maioria esteja de acordo com a baixa da mesma, o processo de extinção da sociedade se inicia e é neste momento que a suas cotas devem ser avaliadas.

A seguir abordaremos o assunto mais importante deste texto: o valor das suas cotas e da empresa.

Avaliando a Empresa

A sociedade terá duas opções neste momento, conforme relatamos anteriormente: encerrar suas operações ou fazer uma modificação no quadro de sócios e continuar com as operações.

Após tomar esta decisão o valor da empresa será muito diferente conforme relataremos a seguir.

Cálculo para Desfazer Sociedade Caso os Sócios Queiram dar Baixa na Empresa

Se os sócios optarem por dissolver a sociedade empresarial (dissolução total) a sociedade terá um fim.

O valor da empresa nesse caso será o valor de venda de todos os ativos menos o valor total dos passivos e que de preferência sejam ajustados para refletir melhor a realidade.

Repare que qualquer ativo intangível será ignorado completamente através deste cálculo. Fatores como marca, know how, tradição e outros não serão contabilizados.

Nessa modalidade nem sempre é necessário contratar um especialista em valuation pois o cálculo é relativamente simples, conforme imagem abaixo:

O resultado do cálculo do patrimônio líquido ajustado, caso seja positivo, será partilhado entre os sócios.

Avaliando a sua Parte Caso a Empresa Continue Operando

Nessa modalidade será realizado o valuation “em marcha”, ou seja, levando em consideração que a empresa continuará com suas operações.

Através desse método o valor da empresa poderá ser muito mais expressivo. O ideal é contar com um especialista em avaliação de empresas pois o método do fluxo de caixa descontado, que é a metodologia mais utilizada e aceita para este fim, pode ser complexo.

A imagem abaixo ilustra melhor como o método funciona.

O processo de avaliação de empresas através desta metodologia consegue capturar todos os fatores que geram valor para a empresa, o que vai ao encontro dos interesses do sócio que está deixando a sociedade, uma vez que o valor auferido será muito mais justo e refletirá melhor a realidade do negócio.

Muitos empresários optam por realizar o valuation de maneira independente dos seus ativos pois geralmente o valor apurado por contadores nessas situações é somente o lucro (caso exista) do exercício em questão, o que ignora muitos fatores importante como planos de expansão e potencial do negócio em gerar retorno para o sócio no futuro.

A grande vantagem em contratar um avaliador profissional é que será possível usar o laudo técnico emitido pelo especialista numa eventual negociação com outros sócios. Este documento demonstrará através de cálculos, gráficos, tabelas e premissas o valor justo da empresa.

Muito Importante: Seu contador não deve fazer a avaliação da sua empresa

Talvez você pense que seu contador tem capacidade de avaliar uma empresa mas essa afirmação na maioridade das vezes não é verdade.

Existem diversos métodos para se avaliar uma entidade. E nunca um caso é exatamente igual a outro. Há uma diferença gritante entre um contador que avalia um negócio ocasionalmente e um profissional em avaliação de empresas que lida com isso diariamente.

No mínimo exija um profissional certificado especificamente em valuation, que domine múltiplas metodologias e saiba exatamente o que está fazendo.

Além desses fatores ainda existe o problema da falta de imparcialidade, uma vez que o contador que presta serviços para a sua empresa fará uma análise enviesada, o que torna o resultado do processo de avaliação extremamente frágil.

Por isso é crucial contar com um profissional que tenha grande conhecimento técnico, formação e larga experiência.

Precisando avaliar sua empresa?

Somos especialistas em avaliação de empresas. Valorize seu maior patrimônio e evite riscos desnecessários.

Entre em contato e receba uma proposta ainda hoje.

FALAR COM ESPECIALISTA

Lembrando que toda avaliação empresarial possui elevado nível de subjetividade, o que abre espaço para interpretações que não condizem com a realidade do negócio.

Conclusão

Desfazer uma sociedade é um evento importante e deve ser encarado da melhor forma possível. Realizar a avaliação do seu negócio não deve ser deixado de lado pois muitas vezes uma das partes pode estar abrindo mão de valores expressivos simplesmente pela falta de conhecimento.